sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Casos "reais" de Vampiros.

Olá minhas Ladys e Lords, como sabem eu ando mais voltado pro lado vampírico de uns meses pra cá, e principalmente depois da Entrevista com o autor Adriano Siqueira, e venho procurando tantas histórias sobre o tema pra ler que achei alguns casos que foram comprovados como casos "reais" de vampiros. 

PetreTomas (1927-2003)

 O membro mais recente no rol de vampiros entrou para historia em 2005. Foi quando se descobriu que o cadáver de Tomas exumado no cemitério Marotinul SUS, na zona rural da Romênia havia sido degolado e tinha uma estaca cravada no peito.

Richard Trenton Chase (1950-1980)

Obcecado pela a idéia de que seu sangue estava envenenado, o americano passou a matar coelhos, cães e vacas para beber o “sangue limpo”. 
Trayce Wigginton (1965)



A Australiana Trayce entrou para a história por ter matado Edward Baldock, de 40 anos, para beber seu sangue.

John George Haigh (1909-1949)

A biografia deste inglês, o vampiro de Londres, é tão assustadora que ele ganhou até estátua no museu de cera de Madame Tussaud, na Amsterdã. 
 Peter Kurten (1883-1931)


O vampiro de Dusseldorf (cidade do leste Alemão) era um serial killer que sentia enorme prazer quando o sangue jorrava do corpo de suas vítimas, geralmente crianças. 

 Henri Blot (1860 -?)

No dia 25 de março de 1886, o francês Blot com 26 anos de idade, foi ao cemitério de sua cidade e violou o corpo de uma bailarina, morta no dia anterior. 
Peter Plogojowitz (1666-1728)

       Este foi um dos primeiros casos supostamente reais de vampirismo documentados. Rolou em Kisolowa, vilarejo da Servia. Segundo relatos, após sua morte, em 1728, Plogojowitz surgiu para o filho pedindo comida e o rapaz apareceu morto, logo depois que negou a comida a ele. 

Arnold Paolo (? – meados de 1726)

Após voltar de uma batalha, no inicio do século 17, este soldado sérvio jurou que havia sido atacado por um vampiro. Ninguém deu trela para a história, e Paolo morreu logo depois. 

Elizabeth Bathory (1560-1614)



Nascida na atual Eslováquia, à Condessa Bathory era louca por um sanguinho alheio. Após a morte do marido, sua maior obsessão, passou a se banhar no sangue de jovens virgem para preservar a juventude.

Vlad III (1431-1476)


Nascido na região da Transilvânia (atual Romênia) o príncipe Vlad III foi um guerreiro implacável. Na defesa de seu reino contra os Turco-Otomanos, matou mais de 40 mil inimigos, boa parte foi empalada viva!

PARA VER OS CASOS COMPLETOS ASSISTAM O VÍDEO:



4 comentários:

  1. Bem bizarras essas estórias, gostei uhuehue :D
    o ser humano é mto louco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher e põe bizarro e louco nisso! Mas fazer o que se gosto de casos de Serial Killers!

      Obrigada pela visita Nay :*

      Excluir

† Ladys e Lords, os comentários são moderado, não se preocupem se não aparecer na hora. Leio sempre todos e respondo com o maior carinho ok?!

† Se puder se identifique, fico muito feliz de saber quem é!

† Comentários maldosos e desrespeitosos serão excluídos e ignorados. Se não gostar do que está lendo simplesmente se retire, não baixe o nível!

Bjinhos a todos ♥