domingo, 22 de novembro de 2009

Triste recomeço Obscuro


Ao por do Sol de uma bela tarde,
reflito em minha face as agonias de mais um dia
onde o tempo jamais para ou volta.
Choro, lamurias...
Se espalham em meus pensamentos
como um vento que carrega as notícias.
Por fora finjo que não sinto
Por dentro, gritos constantes de raiva
Mas ao mesmo tempo... são gritos de desespero


Palavras confusas, verdadeiramente reais
Um "algo" interno a me corroer ácidamente
Quebrando meu coração inocente
que luta para ser livre!
Libertando-me do peso das corrente
que me prendem os pulsos
pulsos que já ñ são os mesmos... Feridos...Mortos


O sangue lava o chão que piso
Sangue próprio que lava a alma que carrego
Uma mente paranóica e iludida
pela vontade de encontrar um amor
Mas sou incompleta por natureza ... Assim penso!


Prefiro esquecer
E tornar-me vazia novamente
Tão obscura quanto os meus sentimentos
E as lágrimas diárias derramo no travesseiro


A minha vida se renova de tão cansada
e volta ao seu triste recomeço obscuro
Exótico reinicio que volta a se descobrir
na tranquilidade da morte!
by: Lady Dark † Antonielle (eu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

† Ladys e Lords, os comentários são moderado, não se preocupem se não aparecer na hora. Leio sempre todos e respondo com o maior carinho ok?!

† Se puder se identifique, fico muito feliz de saber quem é!

† Comentários maldosos e desrespeitosos serão excluídos e ignorados. Se não gostar do que está lendo simplesmente se retire, não baixe o nível!

Bjinhos a todos ♥