domingo, 22 de novembro de 2009

Fúnebre melodia

A sinfônica melodia
que embala minha solidão
Até o anoitecer de um inicio de outono
Manha fria, chuvosa e mórbida
Onde sempre recebo a visita de uma estranha ventania
que me consola e me acalma a vida
Sono que me submete
a ver o que não quero ter
Apenas seu som e suas suaves notas
trazem-me o prazer do abraço aconchegante da morte
A qual penso que toca com profundidade meu interior
arrancando com vontade
toda a vitalidade existente...
O choro, a agonia e a verdade!
Música que mostra a verdadeira face
do motivo pelo qual desisti de viver
Mostram-se alguns desinteressados em olhar nos meus olhos
Já que os olhos são o espelho de minha alma negra
exposta a qualquer um, clara à quem compreender
Tons musicas que da minha mente não saem
Fixação por querer encontrar quem procure tentar entender
os sentimentos guardados
e tudo que havia se passado
Mas percebi que tinha de compreender
que a única pessoa que me entenderia
os mórbidos pensamentos falados
era o rosto que via todos os dias no espelho
A chorar silenciosamente... A gritar desesperadamente
Simplesmente a tocar a fúnebre melodia que embala minha alma!
by: Lady Dark † Antonielle (eu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

† Ladys e Lords, os comentários são moderado, não se preocupem se não aparecer na hora. Leio sempre todos e respondo com o maior carinho ok?!

† Se puder se identifique, fico muito feliz de saber quem é!

† Comentários maldosos e desrespeitosos serão excluídos e ignorados. Se não gostar do que está lendo simplesmente se retire, não baixe o nível!

Bjinhos a todos ♥