segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Ódio


Posso comparar minha vida com castelos caidos
Onde seus escondros e pedaços
representam meu coração morto.
Para tentar rescontruí-lo
sempre ficará faltando pedaços,
viraram pó e se dispersaram pelo vento,
que não podemos tocá-lo ou seguí-lo

Um grande vazío onde o nada habita,
uma cidade fantasma no meio do peito
Insatisfação , Morbidez
Ódio de uma vida inútil e indesejada!
Posso parecer louca,
mas a sanidade ainda está na mente
que em breve será corrompida.

Desejo que um anjo venha me buscar.
Um anjo caído a vagar pela terra
Anjo suicida que traz consigo a tristeza.
Anjo da morte que venha me beijar
com seus labios a sugar as cores da minha vida!

Em meu corpo não corre mais o sangue
e a pele tornou-se lividamente marmorea
assim como os marmores que revestem túmulos
minha atual morada!
Cemitério fechado,
como segredos guardados em caixas de solidão e tranquilidade.


Ódio persistente que permanece na memória
de uma morta que até hoje chora...
Chora pelas lembranças indesejadas
que habitam em sua mente destorcida
Lembranças constantes e frias
que fazem a raiva converter-se em lágrimas de agonia.

by:Lady Dark † Antonielle (eu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

† Ladys e Lords, os comentários são moderado, não se preocupem se não aparecer na hora. Leio sempre todos e respondo com o maior carinho ok?!

† Se puder se identifique, fico muito feliz de saber quem é!

† Comentários maldosos e desrespeitosos serão excluídos e ignorados. Se não gostar do que está lendo simplesmente se retire, não baixe o nível!

Bjinhos a todos ♥